O Trabalho

Por: Georgia Bragança

 

Foto: Erics Santos

 

Chegar é tão bom, chegar e sentar

Depois da longa caminhada trilhar

Meus cômodos, minha mesa, minha tela a brilhar

Como é bom estar

Sentir que o bom dia foi sincero

E tudo o que mais quero

É ser útil e andar

Andar para chegar

E lá no alto sempre estás

Sorriso aberto, nuvens brancas a deslizar

Num azul anil

E ainda nem é 1º de abril

Chegar e olhar

Tantos rostos a me cumprimentar e falar

Sensação de bem estar

De bem querer ficar

Chegar e sentar

Na minha cadeira que é o meu lugar

 

Clique aqui para ouvir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *