O PÁSSARO TRISTE

Por: Autor desconhecido

 

 

Foto: Marybeth/msandersmusic

 

Numa manhã de céu azul

Quase a se encontrar com o mar

Dois pássaros em uma árvore

Puseram-se a conversar:

 

– Amigo, porque estás tão triste?

O que te deixou assim?

Outrora vivias alegre

Por que não cantas pra mim?

 

– Amigo, eu já fui feliz

Agora não posso ser

Pois a noite sem estrelas

Escureceu meu viver

Meus olhos não tem mais brilho

Tudo escureceu para mim

Perdi o prazer em canções

Por isso é que estou assim.

 

– Não fique triste amigo

Por não poder enxergar

Possui uma voz tão doce

E asas para voar.

Porque te sentes sozinho

Perdido na escuridão?

O céu é sempre mais lindo

Conheces a imensidão.

Eu sei que perdeste a visão

Nunca sua liberdade

Poderás voar cantando

Por cima da tempestade.

 

– Como poderei fazê-lo

Se não saio do lugar?

Se os meus olhos não tem luz

Como poderei voar?

 

– Você não voa com os olhos

Eu te mostro a direção

Vamos, abra suas asas!

Escute a minha canção!

Se levante deste galho

Enxerga Deus meu amigo.

Segue o som da minha voz

E venha voar comigo!

E cantando sempre juntos

Numa abençoada alegria

Não verás a noite escura

Sempre o sol, o céu, o dia.

 

E os dois se levantaram

Sem temer os vendavais

E romperam as alturas

Buscando seus ideais.

Se te sentes triste amigo

Te digo, põe-te de pé

Confiando firme em Deus

Voe com as asas da fé.

 

Clique aqui para ouvir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *